O “medo do palco”

Por o 4 Dezembro 2015

Como se sente quando tem que enfrentar uma plateia de desconhecidos? E um grupo onde estão presentes figuras relevantes do seu dia-a-dia?
Treme-lhe a voz! Sente “borboletas” no estômago! A palma das suas mãos está transpirada…
O “medo do palco” é um dos receios mais comuns do ser humano adulto. Para muitos de nós, falar em público assemelha-se a um teste, a um momento de incerteza e perante situações de incerteza, tendemos a reagir.
A pergunta que se impõe é o que fazer para ultrapassar estas questões?


O “medo do palco”

A maioria das pessoas sente dificuldade em falar em público e é habitual pensarmos que os indivíduos que se mostram à vontade em situações de exposição o fazem naturalmente, sem qualquer esforço.

Se é verdade que existem certas pessoas naturalmente dotadas, não é menos verdade que a maioria o faz à custa de um exigente trabalho de preparação e de treino.

Quando falamos para um grupo, estamos a desempenhar um novo papel: o de Orador. Assumir este novo posicionamento implica um conjunto de novas considerações e principalmente, sairmos da nossa zona de conforto.

 

A questão a colocar, mais do que pensarmos que gerir o “medo do palco” significa deixar de experienciar um aumento de ansiedade, é a de como podemos utilizar a tensão sentida como energia estimulante para otimizar a nossa comunicação.

 

Boas práticas para ajudar a controlar o “medo do palco”

Reunimos um conjunto de boas práticas que partilhamos para ajudar a controlar o “medo do palco”. Vamos conhece-las?

  • Tenha consciência de que é normal sentir ansiedade e que o nervosismo apenas é sentido por nós.

É natural, e mesmo benéfico experienciar um aumento de tensão durante a sua exposição mas regra geral só o orador tem consciência disso. Procure camuflar as reações que possam denunciar a sua ansiedade.

 

  • Respire fundo e controle a velocidade da sua voz.

A respiração ajuda a controlar o nervosismo que se pode refletir na sua voz.

 

  • Reduza a ansiedade nas horas que precedem a sua apresentação.

Tente fazer algum exercício de relaxamento e programe-se positivamente: reserve algum tempo para si próprio antes de entrar na sala da apresentação, retire-se para um lugar tranquilo, feche os olhos e pense em situações da sua vida em que se sentiu à vontade e teve sucesso em público.

 

  • Prepare os primeiros minutos da apresentação.

Regra geral é neste momento que a nossa ansiedade está no auge. Defina como vai iniciar a sua exposição, como se vai apresentar e quais são as primeiras ideias que vai passar. O objetivo é que conteúdo da sua mensagem não seja uma preocupação para si.

 

  • Movimente-se pela sala, olhe para todos os participantes, gesticule e projete a voz.

Utilize o aumento de energia para otimizar a sua comunicação.

 

  • Esteja centrado na audiência.

Entre de cabeça erguida, a sorrir e respire lentamente. Procure olhar para cada um dos participantes, faça silêncio e desloque-se lentamente.

 

  • Pratique, pratique, pratique…

Apesar de não ser desejável decorar a sua apresentação é importante estar o mais confortável possível com a mesma. Ao praticar a sua apresentação ganha maior naturalidade na exposição.

 

No que toca a exposições em público é quase inevitável sentirmos um aumento da tensão mas

a verdade é que o nosso medo de falar em público perde-se falando em público, já que somos “obrigados” a enfrentar o nosso receio. É nosso dever melhorarmo-nos a nós próprios e adquirirmos novas competências que nos tornem mais eficazes.

 

A ansiedade de falar em palco não deve ser vista como um obstáculo ao sucesso, antes como uma oportunidade para fazermos mais e melhor.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Avatar

Carla Desde 5 anos

Este blogue é bom demais

Resposta
Avatar

LIGIA Desde 5 anos

Temas maravilhosos que abordam justamente o que ocorre com o nosso corpo e com a nossa mente, podendo desta forma transformar o sentimento dos tímidos, dos que precisam apenas de um “empurrão” para alcançar o sucesso!

Resposta

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe