Uma imagem vale mais que mil palavras!

Por o 19 Abril 2016

“Reduzi para 10, o tamanho da letra da minha apresentação, assim pelo menos consegui colocar toda a informação necessária nos diapositivos. Mas vai conseguir ler o que está projetado? E a audiência consegue visualizar a informação? Bem…não!”
Quantos de nós já não encontrámos situações semelhantes? Mas porque continuamos a utilizar apresentações cheias de informação, muitas vezes ilegíveis, que obrigam o orador a ler um texto corrido e que só atrapalham o processo de exposição das nossas ideias?


Uma imagem vale mais que mil palavras!

“Reduzi para 10, o tamanho da letra da minha apresentação, assim pelo menos consegui colocar toda a informação necessária nos diapositivos. Mas vai conseguir ler o que está projetado? E a audiência consegue visualizar a informação? Bem…não!”

Quantos de nós já não encontrámos situações semelhantes? Mas porque continuamos a utilizar apresentações cheias de informação, muitas vezes ilegíveis, que obrigam o orador a ler um texto corrido e que só atrapalham o processo de exposição das nossas ideias?

Grande parte dos suportes visuais desenvolvidos são bons exemplos de documentos para consulta após a exposição mas afastam-se da sua principal função.

 Blog-DPP-680x250

Temos mais facilidade em processar informação que é acompanhada por imagens

A expressão popular “Uma imagem vale mais que mil palavras”, ajuda a ilustrar uma das principais razões que justificam a utilização de suportes. Temos mais facilidade em processar informação que é acompanhada por imagens ou por declarações curtas e memoráveis. Isto significa que sempre que utilizarmos diapositivos simples, com imagens que apoiem a mensagem, a nossa audiência terá maior facilidade em memorizar a informação.

A verdade é que quando bem desenvolvidos os suportes visuais:

  • São algo concreto e acessível a todos;
  • Facilitam a concentração da atenção do grupo numa referência comum;
  • Permitem ilustrar uma exposição, clarificar uma demonstração ou desencadear uma reflexão;
  • Facilitam a memorização.

 

Boas práticas na conceção de dispositivos visuais

Os dispositivos visuais têm uma e só uma função: suportar o processo de exposição. Contudo a concretização desta função implica que sejam tomadas algumas medidas na sua conceção. Procuramos sistematizar um conjunto de boas práticas que agora partilhamos:

  • Projete apenas as ideias chave da mensagem;
  • Use imagens animações sempre com algum propósito;
  • Garanta um contraste de cores para facilitar a leitura;
  • Use um tamanho de letra superior a 18;
  • Evite o uso de mais de 3 cores no texto;
  • Coloque apenas os gráficos e imagens que são compreensíveis;
  • Garanta a visibilidade de qualquer ponto da sala;
  • Assegure uma coerência visual;
  • Procure escrever menos de 7 linhas por diapositivo, com menos de 7 palavras cada uma;
  • Não se faça substituir pelos seus suportes!

Acima de tudo não se esqueça que um bom suporte visual é Simples, Legível, Estruturado, Visível e Esteticamente agradável.

Os discursos que soam mais naturais e fluidos são aqueles que foram melhor preparados. Depois de ter estruturado a sua apresentação e construído os suportes, é importante praticar o seu discurso.

Prepare apresentações fáceis de acompanhar, compreender e acima de tudo procure estratégias que favoreçam a retenção de informação.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Avatar

Maria Oliveira Desde 4 anos

Excelente artigo e que me ajudou imenso;
Parabêns pelo Blog; 5 Estrelas;

Resposta
Avatar

Carlos Fona Desde 10 meses

Muito bem!
Obrigado.

Resposta
Bruna Ferreira

Bruna Ferreira Desde 10 meses

Olá, Carlos!
Muito obrigada pelo feedback. Esperamos que continue a acompanhar as novidades aqui no Blog de Desenvolvimento Pessoal e Profissional. 🙂

Resposta
Avatar

Fernando Romero Desde 10 meses

Informação útil.
Obrigado

Resposta
Bruna Ferreira

Bruna Ferreira Desde 10 meses

Olá, Fernando Romero!
Ainda bem que encontrou informação útil no nosso Blog de Desenvolvimento Pessoal e Profissional. 🙂 Ficamos muito contentes e esperamos que continue a acompanhar os próximos artigos publicados.

Resposta

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe