Saber parar, para fazer melhor!

Por o 26 Abril 2017

Deixo-lhe um conjunto de ideias para fazer pequenas paragens, de forma vantajosa para si e para o seu negócio, que podem ajudar a ter uma maior produtividade.

 

 

No começo do ano, a maioria das pessoas após ter feito uma pausa entre as épocas festivas do Natal e da passagem do Ano, regressa ao trabalho com as “baterias” carregadas e sente-se motivada para colocar as suas resoluções de Ano novo e os seus objetivos em prática.

Isso acontece, porque concedeu a si próprio(a), tempo para descansar e fazer outras coisas que habitualmente não faz, como viajar ou simplesmente ficar em casa com a família. Este processo de “desligar” do trabalho pode ajudar qualquer pessoa a ter uma maior produtividade.

 

“Desligar” do trabalho pode ajudar qualquer pessoa a ter uma maior produtividade!

Mas como fazê-lo no dia-a-dia quando a pressão de resultados se impõe?

Se é um empresário e mais ainda em início de carreira, a única coisa que lhe ocupa o pensamento é colocar o seu negócio em franco andamento.

Provavelmente dá por si demasiadas vezes a levar o trabalho para casa e a aproveitar cada momento para continuar a trabalhar naquela ideia que acabou de ter…e são tantas as ideias!

Pois, mas vou ter de lhe dizer uma coisa, não fazer paragens no seu dia de trabalho pode diminuir a sua criatividade, que é o motor do seu negócio, além de que pode estar a sabotar todo o progresso que já fez até agora.

 

Dicas para fazer pequenas paragens que se podem tornar em vantagens!

Com algumas pequenas dicas poderá aproveitar essas pequenas paragens de forma vantajosa para si e para o seu negócio.

Em baixo, deixo-lhe cinco ideias que lhe trarão resultados surpreendentes:

1 – Veja um vídeo inspirador – TED talk

Existem imensos no youtube, escolha um do seu interesse e garanto-lhe que são vinte minutos que lhe vão dar motivação para o dia inteiro.

A plataforma TED disponibiliza de forma bastante acessível vídeos sobre diferentes e interessantes temáticas em vários idiomas. Vale a pena investir o seu tempo.

2 – Ande a pé

Saia do escritório, apanhe um pouco de ar fresco e percorra a pé o quarteirão. Vai sentir as ideias a tomarem o seu espaço e aquele pequeno problema que lhe estava a consumir a paciência, de repente, visto de outra perspectiva parece ter uma solução.

Não subestime o facto de percorrer a pé pequenas distâncias, aproveite para apreciar os pequenos detalhes na rua e os rostos das pessoas, imaginando a sua história de vida!

3 – Desenhe qualquer coisa no papel

A maioria das pessoas são visuais, pelo que pequenos desenhos ou até mesmo colorir um livro de mindfulness podem ser uma óptima forma para aumentar o foco e estimular a memória. Sabe aqueles rabiscos que faz quando está ao computador? Não os ignore, eles podem estar a ajudá-lo e muito na sua criatividade.

4 – Organize qualquer coisa

Uma gaveta, um armário, a secretária. O processo de organização desbloqueia o pensamento. Para além disso, trabalhar num ambiente limpo e arrumado vai fazê-lo sentir que tem as coisas controladas e consequentemente mais motivado.

Locais de trabalho desarrumados, com papéis por todo o lado só lhe vão causar mal-estar e fazê-lo pensar que está no meio do caos.

5 – Faça desporto de forma regular

Aqui a ciência é unânime. O desporto faz bem à nossa saúde, aumenta a nossa auto-estima e desenvolve os níveis de autoconfiança, características essenciais para nos fazer sentir melhores pessoas e capazes de alcançar objectivos. Afinal, os objetivos são o ponto-chave de qualquer atividade.

 

A vida de empreendedor tem inúmeras vantagens, tal como ter “supostamente” mais tempo livre e digo isso, porque essa vantagem nem sempre é aproveitada como deveria ser pelo próprio.

O meu conselho é que não se deixe consumir pelas horas intermináveis em frente ao computador, coloque estas dicas em prática e vai ver a sua disposição e o seu negócio a melhorar de dia para dia.

 

Anabela Chastre – #1 Attitude Coach, Motivational Speaker & Author


Visite a área de Formação de Desenvolvimento Pessoal e Profissional da Cegoc.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe