Comportamentos que o tornarão insubstituível na sua empresa

Por o 5 Dezembro 2018

É provável que já tenha ouvido a popular frase “ninguém é insubstituível”. Em especial, se trabalha numa grande empresa onde os colaboradores são, por vezes, vistos como um mero número. Contudo, mesmo nas maiores organizações, grande parte do crescimento, e do sucesso, deve-se à elevada produtividade e à excelência dos recursos humanos.

Não basta garantir os processos e as tecnologias mais avançadas. Se a empresa não possuir uma equipa eficiente, dificilmente terá vantagem competitiva.

Apesar da palavra “insubstituível” ser um termo relativamente forte, é consensual que algumas pessoas representam mais valor, no ambiente corporativo em que se encontram, do que outras.

Neste artigo, reunimos alguns comportamentos que tornam os recursos humanos mais valiosos e de difícil substituição.

Fazem mais do que aquilo que lhes é pedido

A maioria das pessoas apenas cumpre os requisitos mínimos do que lhes é pedido, não indo muito além da sua lista de tarefas. Um colaborador motivado e proativo vê possibilidades de melhoria e de desenvolvimento em cada atividade que realiza. Por exemplo, se lhe foi pedido para tratar do jantar de Natal da empresa, este colaborador não se limita a enviar o convite, via e-mail, e a agendar o evento junto do restaurante habitual. Por outro lado, planeia atividades de networking, prepara momentos de entretenimento durante o jantar e explora diferentes locais para a realização do mesmo, como forma de atrair participantes e de criar momentos de brainstorming inesperados.

Colaboradores que criam valor para a empresa propõem soluções de inovação. Fazem recomendações e sugerem processos de melhoria.

Têm excelente capacidade de comunicação

Os colaboradores com mais valor para a empresa sabem comunicar com objetividade, falando sobre determinado assunto sem recorrer a longas explicações desnecessárias. Sabem participar numa discussão, respeitando o tempo de cada um e mostrando capacidade de compreensão. De igual modo, praticam uma comunicação eficiente com os clientes. Tentam responder às questões colocadas, mas também às não colocadas. Isto é, preveem eventuais situações, sobre as quais, o cliente terá dúvidas.

São bons ouvintes e observadores atentos

Ouvem com atenção o que lhes é transmitido, mantêm o foco e não colocam a mesma questão duas vezes. Reconhecem qual o conteúdo a priorizar, de entre aquilo que lhes foi dito, e criam valor, ao antecipar o que será preciso na resolução de determinado assunto.

São credíveis, prestáveis e de confiança

Quando o responsável pela equipa está fora de escritório, é comum nomear um colaborador para o substituir em certas tarefas diárias, nomeadamente na tomada de decisão de determinadas matérias. Aquele colaborador de difícil substituição é o que, habitualmente, é nomeado para tal. Se surgir uma situação que exija maior responsabilidade, a empresa sabe que pode confiar no envolvimento, dedicação e capacidade deste colaborador.

Têm boa energia e adaptam-se

Energia positiva cria energia positiva. Numa empresa, são valorizados os colaboradores otimistas, que contribuem para um bom ambiente de trabalho. Quando um problema ocorre, olham a situação como uma forma de aprendizagem e sugerem soluções para contornar o obstáculo.
De igual modo, adaptam-se a mudanças com facilidade. Por exemplo, caso a empresa altere determinado software operacional, percecionarão esta nova plataforma de trabalho como um fator de desenvolvimento e dedicarão tempo e esforço como forma de tirar o máximo proveito da mesma.

Agarram novos desafios

Demonstram capacidade de polivalência e mostram-se recetivos a mudarem de funções ou a integrarem um departamento distinto. Estão disponíveis para enfrentar novos desafios, independentemente do eventual risco envolvido. Considerando esta vontade e disponibilidade para aceitar mudanças, os colaboradores com maior valor para a empresa são, também, os que mais procuram desenvolver as suas capacidades ao longo da vida. Procuram atualizar os seus conhecimentos, de forma constante, e tendo em conta as exigências do mercado.

Esta característica é, hoje, de particular relevo, considerando a transformação tecnológica e o futuro do trabalho.

Gestores e responsáveis de equipa reconhecem, e apreciam, aqueles que mais investem o seu tempo e potencial na empresa, contribuindo para o sucesso da mesma. Como tal, são estes os membros da organização de maior valor e de difícil substituição.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Isabel Brás Desde 1 semana

bom dia, no entanto quando os cartões politicos, sem formação, sem educação, SEM PRINCIPIOS E VALORES, avançam – os bons profissionais passam a ser meros cumpridores de horário e tarefas.

Resposta
Bruna Ferreira

Bruna Ferreira Desde 1 semana

Obrigada pelo comentário, Isabel.
Acreditamos que os bons profissionais deverão ser sempre mais valorizados pelas suas competências, atitudes e mais-valias pessoais e profissionais.
Esperamos que continue a acompanhar a nossa partilha de conhecimento aqui no blog de Desenvolvimento Pessoal e Profissional.

Resposta

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe