Confronto vs Cooperação, quem vence?

Por o 23 Fevereiro 2018

O que seria da prestação de uma empresa onde metade dos colaboradores fossem infelizes no seu trabalho? Um verdadeiro desastre! É o que Jim Tamm explica no seu vídeo do TEDx. Os colaboradores ficam infelizes num contexto em que prevalece a desconfiança e o confronto. No entanto, todos os colaboradores podem contribuir para que isso não aconteça. Veja porquê e como.

 Descubra a experiência de Jim Tamm

“Cultiva a colaboração, não sejas tão defensivo!”

E se metade dos colaboradores estivessem infelizes?

Na década de 90 esta problemática surgiu no estado da Califórnia, quando Jim Tamm era juiz administrativo. Com a ajuda da Fundação Hewlett, iniciou-se um ambicioso programa com objetivo de acabar com o ambiente de trabalho disfuncional, conflituoso e desconfiado – zona vermelha – e transformá-lo num ambiente de trabalho eficiente, cooperativo e confiante – zona verde.

 

Organização Zona Vermelha vs Organização Zona Verde

As organizações de zona vermelha são caracterizadas por um baixo nível de confiança e um alto nível de culpa e medos. Os colaboradores estão por conta da organização, são cínicos e suspeitos. De acordo com estudos realizados, o principal motivo de insatisfação dos colaboradores está relacionado com a “gestão não ser aberta ou honesta”.

O ambiente na zona vermelha é associado a colaboradores que não correm riscos e que passam o tempo a proteger-se em vez de resolverem problemas.

Contrariamente, as organizações de zona verde são caracterizadas por um ambiente onde existe alto nível de confiança e baixo nível de culpa. Neste ambiente, os colaboradores não têm medo de ser criativos e assumir riscos, tanto que em caso de falha ou de algo correr mal, procura-se retirar “learnings”, em vez de se procurar um culpado. Neste tipo de organizações, as pessoas ajudam-se, são honestas e abertas. O trabalho é agradável e os colaboradores têm um forte senso de contribuição.

De acordo com um estudo realizado a 200 empresas de 22 tipos de indústrias diferentes, durante um período de onze anos, verifica-se que os lucros líquidos das empresas da Zona Verde cresceram mais 800% do que as empresas da Zona Vermelha, como se comprova no livro Corporate Culture and Performance, de John Kotter e James Heskett.

 

Cinco competências para desenvolver a Zona Verde

Graças à sua longa experiência, Jim Tamm apresenta cinco competências que contribuem para o desenvolvimento do ambiente de trabalho na Zona Verde. Aqui estão as cinco ferramentas que podem ser desenvolvidas:

  1. Intenção de cooperar: um colaborador caracteriza-se por ser calmo, relaxado, não ser defensivo e por assumir um compromisso consciente consigo próprio para fazer de tudo e ir ao encontro de benefícios mútuos nos relacionamentos com os outros.
  2. Falar verdade: ser sensível, saber ouvir a verdade e ser capaz de criar um clima de relação sem perigo para abordar as dificuldades.
  3. Senso de responsabilidade: compreender as escolhas de agir ou não, e assumir igualmente a responsabilidade das consequências intencionais desta escolha como as consequências furtivas.
  4. Autoconsciência: Auto compreensão profunda e vontade de enfrentar problemas pessoais difíceis.
  5. Negociação: negociar habilmente em situações de conflito inevitáveis, quando se ambiciona relacionamentos a longo prazo.

Autor: Alain Duluc

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe