O Valor da Era Digital na Formação Corporativa

Por o 7 Setembro 2018

Atualmente, sabemos que a transformação digital está no topo da lista de prioridades das empresas que procurem manter-se ativas e competitivas no mercado.

 

 

Como resultado da evolução tecnológica, muitas empresas estão a mudar as suas plataformas de trabalho, a forma como respondem às necessidades dos seus clientes e os seus ritmos de resposta. Uma das consequências de todas estas mudanças é a existência de um gap de competências que afeta a força de trabalho: competências existentes face aquelas que passam a ser necessárias.

Neste contexto, qual é o valor da formação corporativa?

Neste contexto é fundamental:

  • que os colaboradores de uma organização entendam, de forma inequívoca, como executar tarefas de forma correta e de acordo com os objetivos definidos pela empresa;
  • desenvolver planos de formação corporativos, centrados na performance dos colaboradores da organização: percursos que desenvolvam as competências dos colaboradores, aumentem o seu envolvimento e os dotem de toda a informação sobre a área de atuação e produtos/serviços core da empresa, de forma a serem capazes de prestar ao mercado o serviço prometido e esperado.

 

E porque é que a formação corporativa tem tanto valor na era digital?

A cada dia que passa, é cada vez maior o número de organizações que recorrem às novas tecnologias para melhorar as metodologias e potenciar a aprendizagem. De facto, o uso destas ferramentas na formação corporativa promete um envolvimento rápido e fácil por parte dos colaboradores.

Se é verdade que o e-learning é já comumente utilizado por grandes organizações, existem outras ferramentas e metodologias digitais que têm vindo a ser implementadas nas empresas com este objetivo tais como a aprendizagem social, via redes sociais ou a utilização de dispositivos móveis. Com estas mudanças, as “tradicionais” formas de formação, que, em tempos, enchiam auditórios e salas, assumem um “novo papel” na aprendizagem.

No entanto, não se deve excluir, por completo, o recurso à formação presencial. A formação combinada, que recorre a ambos os métodos presencial e digital, consegue otimizar a experiência e o resultado da formação. A soluções de formação da CEGOC são um exemplo de sucesso neste âmbito.

Para implementar o seu plano de formação corporativo pode recorrer a várias práticas, complementares à formação presencial, desde cursos online, a vídeos, e-games, e-coaching, aulas virtuais e simulações on-line. Estas soluções digitais podem adicionar valor às suas propostas dado que:

  • são bastante flexíveis, permitindo aos formandos aceder ao conteúdo quando, onde e como quiserem.
  • permitem a personalização da formação, adaptando-se ao ritmo e às necessidades individuais de cada colaborador.

 

O digital trouxe inúmeros desafios e oportunidades ao dia-a-dia pessoal e profissional. Exige-se, atualmente, uma maior atenção às constantes alterações do mercado e uma crescente capacidade de adaptação e, para responder a estas necessidades, é fundamental gerir os seus planos de formação de forma diferenciada!

Para perceber mais acerca da influência do digital na transformação da aprendizagem, convidamo-lo a marcar presença no Business Transformation Summit. O evento, que decorrerá no dia 9 de outubro, no Centro de Congressos de Lisboa, contará com a presença da oradora Jeanne Master, reconhecida autora de livros sobre o tema Workplace Experience.

 

Para saber mais sobre este tema, recomendamos a formação CEGOC Gerar e Incrementar relações de confiança

/5 - Voir tous les avis

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe