Como ajudar os seus colaboradores a dominarem as soft skills?

Por o 23 Setembro 2020

As soft skills – competências transversais que podem fazer de si um melhor líder, comunicador ou colaborador mais eficaz – encontram-se em franca ascensão. No entanto, como acontece com qualquer competência, demoram tempo e exigem prática para serem dominadas, o que somado a uma abordagem de aprendizagem errada pode representar um obstáculo para o sucesso do resultado final.

 

 

Como adotar uma abordagem eficaz?

Na CEGOC, há décadas que ajudamos as pessoas nas organizações a aumentarem as suas soft skills, por isso sabemos que fazê-lo de forma eficaz requer uma mudança de hábitos. Os formandos devem esforçar-se por conseguir ver algum tipo de impacto na melhoria do seu leque de competências, mas devem também receber o devido apoio da sua organização para ajudar a fazer com que esta mudança aconteça.

 

De seguida partilhamos um processo constituído por quatro etapas para ajudar os seus colaboradores a desenvolverem soft skills que terão um impacto positivo em si próprios, nos seus colegas e na sua organização:

 

1 – Estabeleça um mindset de mudança positiva

A motivação é um dos elementos-chave para a aprendizagem de uma nova competência. Quando o os seus colaboradores compreendem os benefícios de aprender uma nova soft skill – escrever de forma persuasiva, por exemplo – é mais provável que a consigam aprender efetivamente. Por isso, seja claro desde o início sobre o porquê de precisarem de desenvolver esta determinada competência e qual a sua utilidade no local de trabalho, já que isto fará uma enorme diferença no resultado final. Os seus colaboradores também deverão estar preparados para (des)aprender a forma como trabalhavam antes de mudar hábitos. Os especialistas afirmam que são necessárias cerca de 60 repetições para que se forme um novo hábito, pelo que ter um objetivo claro e compreender o trabalho que é necessário para dominar uma nova competência fará os seus colaboradores sentirem-se motivados.

 

2 – Construa um ambiente de aprendizagem personalizado

Apesar da crescente popularidade do e-learning, muitas pessoas ainda preferem aprender num ambiente de sala de aula presencial. No entanto, a investigação levada a cabo pelo Grupo CEGOS demonstra que as pessoas se sentem confortáveis com a aprendizagem online complementada com a experiência da sala de aula. O conceito de Anytime, Anywhere, Any Device (ATAWAD) torna-se atrativo para profissionais extremamente ocupados que estão sempre em movimento, sendo mais provável que os seus colaboradores se agarrem a um programa de aprendizagem – e vejam nele resultados reais – quando este apresenta um ambiente de aprendizagem que lhes é mais conveniente e envolvente, ou seja: personalizado à medida das suas necessidades.

 

3 – Crie oportunidades para praticar e dar feedback

As soft skills, pela sua natureza, levam tempo a desenvolver-se plenamente, pelo que a prática regular é a chave para o sucesso. Os gestores devem criar oportunidades para que a sua equipa pratique e desenvolva estas competências, e devem esforçar-se por dar um feedback (formal e informal) para ajudar todos os elementos a fazerem melhorias. Lembre-se: deve sempre encarar as críticas construtivas com um objetivo e um plano de melhoria.

 

4 – Assegure-se de que os colaboradores transferem as competências para o local de trabalho

Idealmente, os seus colaboradores deveriam ter a oportunidade de praticar a aprendizagem no seu local de trabalho, uma vez que é aqui que mais irão utilizar as soft skills adquiridas. Analisar as técnicas utilizadas fará apenas uma pequena diferença, porque nada substitui a aprendizagem através da prática. A formação em contexto real de trabalho é parte essencial do processo de formação em soft skills, pelo que deve ser integrada em todos os programas de aprendizagem.

 

Dada a crescente importância das soft skills no mundo profissional, o trabalho da CEGOC desde há já algum tempo tem sido ajudar os seus colaboradores a dominarem tais competências. Fique atento às nossas iniciativas de formação e desenvolvimento de competências que conjugam e-learning, coaching e implementação prática no contexto real de trabalho.

Para mais informação sobre os nossos programas de aprendizagem para aquisição de competências, contacte-nos para ou visite o nosso site.

Para saber mais sobre este tema, recomendamos a formação CEGOC Inteligência Emocional

/5 - Voir tous les avis

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Avatar

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Subscreva o Blog

For security reasons, JavaScript and Cookies must be enable in your browser to subscribe